Sintetizando: Resquícios de Nós Mesmos – Saulo Moreira

Olá, meus queridos leitores! Depois de um tempinho sem conseguir falar com vocês, dei uma organizada na agenda e voltei ao blog, e dessa vez é para ficar!

Hoje eu trago para vocês mais um escritor nacional, o Saulo Moreira, que gentilmente me enviou sua obra recente Resquícios de Nós Mesmos. Então vamos lá às minhas impressões sobre a leitura.

Sinopse (disponível na Amazon):

A personalidade é formada por traços genéticos, histórico pessoal de convivência e pelas nossas crenças. Como você se sentiria se acordasse em uma cama de hospital, aos dezessete anos de idade, com os pais já falecidos e sem se lembrar nada sobre você mesmo?

Essa é a história do Detetive Sandro, que hoje, aos trinta anos de idade, não tem certeza de quem realmente é ou das pessoas em quem pode confiar.

Nerd e desanimado, passa a maior parte do seu tempo livre jogando no console ou no celular. Inteligente, também gosta de quebra cabeças como sudoku. Seu maior problema é a falta de vontade em se enturmar ou socializar.

Mesmo sendo um excelente profissional, tem que aturar as cobranças exageradas do Delegado José de Arimatéia e a petulância do Detetive Alisson, pra piorar, esses dois são pai e filho.

Ateu e confiante no método científico, terá a rotina e a própria existência abalada ao ter que desvendar um assassinato envolvendo a filha do delegado e, pior ainda, uma das testemunhas jura ter visto uma luz fantasmagórica.

Investigação de assassinato, muito suspense e acontecimentos sobrenaturais formam a essência desse romance intrigante. O enredo é muito bem construído e o mistério vai sendo resolvido num ritmo agradável, sem demoras desnecessárias. O autor cria um suspense bem dosado que te mantem interessado pela história, e com uma escrita simples que te faz ler o livro todo em apenas um dia, afinal, você não consegue parar.

Um ponto negativo, que nem chega a ser negativo, é mais uma impressão que tenho, são as  descrições dos personagens. Não que sejam longas, mas em alguns momentos não senti que estavam bem encaixadas, ou que eram necessárias. A maneira de descrever é sempre a mesma e me cansa um pouco, mas há quem aprecie. Em alguns tipos de livros eu acho completamente pertinente longas descrições para fins de enriquecimento da experiência, mas não senti que era o caso, em alguns momentos, devo ressaltar.

O final do livro é surpreendente e apaixonante, não comentarei mais, pois não quero que tenha spoiler aqui, mas me agradou muito o desfecho desta história.

Pretendo ler a outra obra do autor, O Grupo, pois no geral gostei bastante de seu trabalho. Recomendo Resquícios de Nós Mesmos a todos que curtem o gênero Deixem um comentário abaixo, curtam a página do Facebook e espero que não tenham pesadelos com a loira do banheiro.

Até a próxima!

Um comentário em “Sintetizando: Resquícios de Nós Mesmos – Saulo Moreira

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: