Sintetizando: 3%

Olá, queridos nerds batalhadores!

O post de hoje traz minhas impressões sobre a série 3%, a primeira 100% brasileira produzida pela Netflix, e que estreou sua primeira temporada em novembro de 2016.

A história se passa em um Brasil pós-apocalípcontinente.pngtico em que a maior parte da população vive no Continente, em meio à miséria e à escassez de recursos. Ao completarem 20 anos, contudo, todas as pessoas passam por uma rigorosa seleção (chamada de Processo) que garantirá que apenas 3% dos candidatos passem a ter condições de vida melhores e abastadas em um local afastado do Continente denominado Maralto.3%2


A primeira temporada se dedica a mostrar as fases de seleção pelas quais esses jovens passam, e as quais são alteradas todos os anos, sendo que uma seleção nunca é igual à anterior.

Inicialmente, tem-se a impressão de que será abordada apenas a dificuldade das fases de seleção, numa mistura de jogos virtuais com seleções de emprego que se utilizam de dinâmicas de grupo. Com o desenrolar da série, entretanto, o que se vê é a brutalidade a que são expostos os candidatos e o que isso provoca em cada um, individualmente e como parte de um grupo.

Apesar das atuações um tanto quanto dignas de Malhação e de figurinos perfeitamente rasgados e sujos nos locais certos (lembrando mais o figurino usado no teatro do que na tv), diversas questões críticas e atuais são levantadas, como: desigualdade social, acúmulo de capital por uma pequena parcela da população, ética, dentre outros. 3%

Contudo, acredito que a questão mais latente que 3% nos apresenta é sobre os limites da meritocracia e até que ponto pode-se nivelar todos os seres humanos apenas e simplesmente a partir dela.

***Dica do Síntese Nerd***

jogos-vorazes

Mesmo antes de assistir à série, enquanto só sabia sobre sua sinopse, foi impossível não compará-la a Jogos Vorazes (2012), uma trilogia de livros de Suzanne Collins que inspirou a quadrilogia de filmes estrelada por Jennifer Lawrence. Se você se interessou por 3%, certamente irá adorar também esta obra!

Se você curtiu esse post, deixe aí seu comentário e siga-nos nas redes sociais!

Imagens de divulgação. Se alguma imagem utilizada for de sua autoria, entre em contato conosco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: