Sintetizando: Quatro Estações em Roma – Anthony Doerr

Saudações, meus queridos nerds!

Recentemente, ou talvez nem tanto, eu adquiri dois livros do escritor americano Anthony Doerr, o premiado romance histórico “Toda Luz Que Não Podemos Ver”, e o relato pessoal de sua vivência na cidade italiana “Quatro Estações em Roma”. Não me perguntem o porquê, mas decidi iniciar a leitura pelo segundo título, e contarei algumas das minhas impressões sobre a obra.

Sobre o Autor:

Anthony Doerr

 

Filho de uma professora e um proprietário de uma pequena gráfica, o contato com a literatura começou na infância. No entanto, Doerr não se contentava em apreciar a leitura, ele queria conhecer o caminho percorrido pelo autor para a criação de universos incríveis. Estudou História e Inglês, mas foi um curso de escrita criativa que o incentivou a se tornar o escritor que sempre sonhou. Hoje, o premiado autor já possui cinco livros publicados em diversos países.

Sinopse:

Anthony Doerr recebeu muitos prêmios ao longo da carreira, entre eles o Rome Prize,uma das mais importantes premiações da Academia Americana de Artes e Letras, que inclui ajuda de custo, um apartamento e um estúdio para escrever na Itália. Quatro estações em Roma nasceu das memórias dos doze meses que autor passou na cidade, em meio aos cuidados com os filhos bebês, uma insônia constante e o misto de deslumbramento e estranheza de um estrangeiro no dia a dia da capital italiana.

Título: Quatro Estações em Roma

Autor:Anthony Doerr

Editora:Intrínseca

Páginas:238

Ano:2017

“Não saber é sempre mais emocionante do que saber. É no não saber que surgem a esperança, a arte, a possibilidade, a invenção. É o não saber, o bom e velho não saber, que permite que tudo se renove.” – Anthony Doerr, em Quatro Estações em Roma.

 

Opinião do Síntese Nerd:

Desde o início da leitura podemos perceber a habilidade de escrita do autor. A narrativa do entediante cotidiano é entremeada de pequenas descobertas encantadoras e detalhes belos descritos com delicadeza e simplicidade quase poéticas. Sua escrita clara e elegante, ressalta a beleza de simples atos como comprar pão, tomar um café, e é fascinante ao descrever os encantos de Roma, os desafios como recente pai de gêmeos, e as dificuldades de estar em um país diferente com um idioma quase que desconhecido por ele.

Talvez para muitos, a leitura possa ser cansativa em determinado ponto, pois a escrita de acontecimentos pessoais e pensamentos se torna um pouco repetitiva. Mas eu, particularmente, acho interessante conhecer estes detalhes, mais ainda quando são retratados com leveza, como acontece no relato de Doerr.

Já leu algo do autor? Conte sua experiência nos comentários.

Até a próxima.

Anúncios

12 comentários em “Sintetizando: Quatro Estações em Roma – Anthony Doerr

Adicione o seu

  1. Olá
    Ainda não li nada do autor, tenho curiosidade com Toda Luz Que Não Podemos Ver, mas ainda não tive oportunidade.
    Gente adoro a Itália e acho que pegaria o livro só para conhecer esse dia a dia mesmo, e conhecer a cidade pelos olhos do autor

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: