Sintetizando: Cemitérios de Dragões, Legado Ranger I – Raphael Draccon

Saudações, meus queridos nerds apaixonados por literatura fantástica! Recentemente tive meu primeiro contato com a obra de Raphael Draccon. Os livros dele já estavam na minha lista há algum tempo e hoje contarei um pouco do que achei do primeiro livro do Legado Ranger: Cemitérios de Dragões.

Ficha técnica:
  • Título – Cemitérios de Dragões, Legado Ranger I
  • Autor – Raphael Draccon
  • Ano – 2014
  • Páginas – 352
  • Editora – Rocco

Sobre o autor:

Draccon-Wagner-carvalho

Raphael Draccon viaja desde garoto entre várias dimensões com a ajuda de livros, videogames e televisão. Romancista e roteirista premiado pela American Screenwriters Association, Raphael é um dos escritores mais influentes do mercado literário brasileiro e já conquistou uma verdadeira legião de leitores dentro e fora do país. Sua obra já foi publicada em Portugal e no México, onde entrou para a lista dos mais vendidos. Atualmente vive em Los Angeles, onde trabalha com o mercado cinematográfico. (Fonte: Editora Rocco)

Sinopse:

Um soldado de elite do exército americano desaparecido em uma missão no Afeganistão. Uma africana guerrilheira crescida em meio a conflitos étnicos de Ruanda.Uma garçonete irlandesa praticante de artes marciais mistas. Um hacker brasileiro descendente de orientais. Um dublê francês mestre em Parkour. Cinco realidades distintas. Um fenômeno desconhecido faz cinco pessoas, sem qualquer conexão e espalhadas pelo planeta Terra, acordarem em diferentes regiões de uma realidade devastada por um império de reptilianos e assolada pela escravidão. Os cinco iniciam uma jornada em busca de respostas para sobreviverem no centro de uma guerra envolvendo criaturas fantásticas e demônios dispostos a invocar perigosos seres abissais para servirem a seus propósitos. Porém uma entidade pretende conectar o destino dos cinco humanos e armá-los com uma tecnologia construída à base de metal-vivo, magia e sangue de dragões. Uma tecnologia jamais vista naquela ou em qualquer outra dimensão, capaz de gerar heróis de metal. Batalhas empolgantes, romance e magia. Esse é o universo épico de Cemitérios de Dragões, inspirado em uma visão adulta e sombria das antigas séries Tokusatsu, como Jaspion, Changeman, Flashman, Ultraman e tantas outras, que marcaram a infância de toda uma geração. (Fonte: Editora Rocco)

Opinião do Síntese Nerd:

O livro é narrado em terceira pessoa e cada capítulo conta a trajetória de um dos cinco personagens principais, indo a cada um dos cantos do universo criado por Draccon. Universo este comandado por demônios, e cheio de criaturas saídas dos piores pesadelos, onde dragões montados por répteis humanóides cortam os céus, cumprindo missões de um demônio-rei que é a própria encarnação do mal.

Em um primeiro momento pensei estar lendo uma fantasia dark, sangrenta, que aos poucos foi sendo substituída pelas séries citadas na sinopse, uma mistura de Power Rangers com seres sombrios em uma dimensão de caos. Nunca fui fã de Power Rangers (já até falei sobre isso em um dos nossos vídeos), e talvez minha própria falta de conhecimento sobre eles tenha influenciado na comparação das semelhanças, mas não posso dizer que a obra perde ou ganha qualidade com isso. Draccon sustenta sua escrita com personagens bem elaborados, trabalhados de maneira equilibrada durante a narrativa, e cativantes, cada um à sua maneira.

O livro é classificado como literatura fantástica juvenil, mas não se engane! Nenhuma gota de sangue será poupada, e cenas de massacres sangrentos são descritas detalhadamente. As lutas são narradas com tamanha perfeição que é possível visualizar a sequência de golpes sendo aplicados, assim como as decapitações e amputações de membros.

É uma leitura fluida, de ritmo agradável, com um tom sombrio de aventura. Certamente lerei a continuação e demais obras do autor e recomendo a todos os nerds que, como eu, adoram literatura fantástica nacional.

Dica do Síntese Nerd:

Se você curte literatura fantástica nacional com uma pegada mais aventureira e levemente menos sangrenta, confira a resenha de O Espadachim de Carvão, do Affonso Solano.

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: